Já me perguntaram: Você é uma mulher solteira ou inamorável?

Existem mulheres solteiras, mas outras que são inamoráveis.  

Certa vez uma amiga me falou: “Você é independente, corre atrás de seus objetivos, é inteligente, trabalha pra caramba, tem a liderança no sangue, é extrovertida, fala sobre vários assuntos… Mas ao mesmo tempo vejo também uma menina tímida e até um tanto inocente”.

Após alguns minutos ouvindo minha suposta descrição, eis que veio a pergunta: “Por que você não tem namorado? Você se fechou para o amor?”

Tem coisas que não devem ser faladas e sim mostradas. Eu e minha amiga estávamos perto de um shopping, e ainda sem responder por que eu não tinha namorado, a convidei para tomar um café. Após quase 1 hora, comecei a falar: “Observe como tanto aqui quanto nas ruas, todos caminham apressados, sem olhar o mundo como ele realmente é. Durante esses 40 minutos que estamos aqui, sentadas nesta praça de alimentação, passou por nós uma moça chorando porque levou um fora de seu namorado, e ela acabou de o ver com outra. Naquela mesa do canto tem uma família de cinco pessoas, mas elas não conversam entre si, todos estão no whatsapp e no facebook. Veja aquele homem de camisa azul lá no bar. Ele está no seu terceiro chopp tentando chamar atenção da ruiva, que está tentando chamar a atenção do garçom, que por sua vez fingirá que ela não existe, porque a loira e a morena que ele “pega” em dias alternados estão chegando.

jovem segurando balões

“Olhe para o lado, não fazemos parte deste cenário. Estamos sem celular nas mãos procurando achar uma pessoa bacana, bom papo, esperando uma relação real, para depois voltarmos para nossas casas sozinhas, porque somos invisíveis aos olhos de uma sociedade cujo status social não permite se envolver com quem mora longe. Também porque somos “caretas”, não curtimos rock nem fumamos um beck.”

E continuei falando: “O mundo gira tão depressa para essas pessoas, que elas não fazem o menor esforço para conhecer alguém. Tudo é medido em curtidas ou likes. Não me fechei para o amor, apenas sou invisível para essa gente, pois não tenho um perfil no Tinder nem no Instagram. Pergunta se eu me importo. Hoje não. O único perfil que tenho é o de uma mulher inamorável. O que importa para mim numa conquista, é se vai valer a pena, e se valer, não tem problema se eu tiver que atravessar a cidade para vê-lo quando der saudade. Também não me importo se um dia eu tiver que ir a um show de rock com ele, mesmo detestando. Se a conquista valeu a pena é porque temos muito em comum, e abrir mão de certas coisas, faz parte. E essa sou eu, uma mulher feliz, solteira e inamorável aos olhos de um mundo cheio de pessoas vazias.”

Venha conhecer sobre o Coaching e Aconselhamento Pessoal e Profissional no Instituto Denize Tarabaika

http://www.institutodenizetarabaika.com.br

Fone: (41) 9749 1978 

denizecoach@gmail.com