A Síndrome da Sobrecarga

A síndrome da sobrecarga Milhares de pessoas de todas as idades e ambos os sexo, em todo o mundo, vivem sob pressão. As responsabilidades do dia a dia tomaram o espaço destinado ao trabalho, à família e ao lazer.

Aos poucos, essa vida hiperativa se transformou no chamado mal da modernidade: a síndrome da sobrecarga.

O que fazer?

E diante dessa situação, o que se pode fazer para restaurar a normalidade e a qualidade de vida? Eis algumas sugestões:

  • Obter o controle de nossa vida – Primeiramente é ter consciência de que não somos obrigados a concordar com as influencias impostas pela sociedade consumista em que vivemos. Para começar a desintoxicar, faça um auto-exame de todos os seus “costumes” praticados diariamente, apenas porque todos fazem assim. Você não é obrigado ser igual a ninguém. Diminua o ritmo de suas atividades e viva de forma simples.
  • Estabeleça prioridades – Compreenda o que é prioritário e fundamental na sua vida. Estabeleça pequenas metas diárias ou semanais.
mão na areia

Síndrome da sobrecarga

  • Diga não àquilo que te agrada – é muito fácil recusar algo ruim, né? Mas é extremamente difícil não a algo prazeroso! Recusar a algo bom é a única maneira de readquirir o controle sobre nossas vidas e manter nossas prioridades em ordem e nossa paz interior. Você está sendo bombardeado por pedidos sem fim? Aprenda a dizer não! Assumiu compromissos em excesso? Cancele alguns?
  • Faça um pouco menos – A sobrecarga nos mostra sinais nítidos de quando precisamos cancelar algumas atividades ou priorizar outras. Ainda que você consiga fazer mais do que se propõe, não irá solucionar os problemas do mundo. Já parou para pensar nisso? Trabalhe num ritmo mais lento, sem estresse.
  • Proteja seu tempo livre – Que mal há se houver lacunas em sua agenda? Não se sinta culpado por ter tempo livre quando começar a diminuir seu ritmo, muito pelo contrário, parabéns! Você está conseguindo obter o controle da sua vida. Para manter isso, proteja esse tempo contra a pressão. Usufrua seu tempo da melhor forma possível.
  • Cancele atividades periódicas – Todos os anos “brotam” em nossa agenda atividades indesejadas, como por exemplo: seminários, jantares, eventos, etc. Antes de aceitá-los, responda à pergunta: “há um motivo plausível para que eu vá neste evento?” Lembre-se sempre de desacelerar o ritmo.

É impossível viver sem estresse. Precisamos então a aprender ou aumentar nossa capacidade de lidar com as demandas da vida moderna.

Criar estratégias para lidar com a síndrome da sobrecarga cotidiana, baseada na melhora do nosso potencial cognitivo e comportamental, proporcionará portanto condições de nos adaptarmos ao ambiente em constante mudança.

Meu nome é Denize Tarabaika. Eu sou coach de vida e carreira. Atendo em Curitiba, Porto União e região e também por Skype/Hangout em todo o Brasil. Meu contato é pelo email denize@institutodenizetarabaika.com.br e pelo whatsapp 41 9.9749-1978